Blogger Widgets

29/07/2015

Finalização Projeto Cantinho da Memória


Escola da rede estadual de Caarapó finaliza projeto “Cantinho da Memória”

Por: Alô Caarapó/José Carlos
 
 
Alguns dos objetos expostos do projeto “Cantinho da Memória”. Fotos: Evandro Miranda Alguns dos objetos expostos do projeto “Cantinho da Memória”. Fotos: Evandro Miranda
A Escola Estadual Professor Joaquim Alfredo Soares Vianna finalizou na última segunda-feira, (15), finalizou o projeto “Cantinho da Memória”, de autoria da professora Eliane Montanhere Baratela Neto (a Elianinha), de Língua Portuguesa.
De acordo com o professor Evandro Miranda, a ideia do projeto surgiu ainda no primeiro bimestre, enquanto se trabalhava o assunto “recordações e memórias”. “Daí por diante o projeto tomou proporções inimagináveis, dignas de méritos não só para a Escola, mas também para todas as pessoas do nosso querido município, uma vez que o projeto proporcionou uma audiência com o prefeito Mário Valério”, observou.
Miranda disse também que na ocasião foi entregue um documento em forma de requerimento ao mandatário caarapoense, elaborado pelos próprios estudantes, solicitando a construção ou viabilização de espaço para o Museu Municipal. A coordenação pedagógica, na pessoa da professora Nadir Inez Borro da Costa, assim como os estudantes do 7º ano “A” e os professores Evandro Miranda (Progetec), Michely Gonçalves Cariaga (Arte) e a própria autora do projeto estiveram presentes na solenidade.
“Outro ponto que merece destaque é que o projeto conseguiu trazer a comunidade externa para participar efetivamente da construção do conhecimento, com a chamada “memória viva”, ou seja, pessoas mais experientes contaram aos estudantes do 7º ano “A” fatos do passado, daqueles que não se encontram nos livros, sobre a história do município. A essas pessoas, às mães de estudantes e também ao professor e pesquisador Egídio Cariaga, que proporcionaram palestras riquíssimas em informações e curiosidades, nossos agradecimentos”, enfatizou Evandro.
A exposição contou com objetos, fotos, convites, jornais, roupas e até um fusca branco antigo, ano 1983. “Nossos agradecimentos a todos que emprestaram esses objetos, em especial ao Departamento de Cultura da prefeitura e às professoras Juliana Rubim, Sônia Rubim e Silvia Rubim, que conseguiram o fusca. Os “pequeninos” da tarde chegaram a perguntar por que o porta-malas era na frente (risos)”, finalizou Evandro Miranda.
“O projeto foi desenvolvido para que os estudantes e a comunidade escolar pudessem refletir e compreender que as tecnologias atuais, sobretudo o computador, guardam muitas coisas em suas memórias gigantescas, mas não conseguem guardar algo muito mais simples e valioso, que é a emoção do momento vivido. Isso explica o porquê de as pessoas guardarem coisas velhas. Há um valor sentimental por trás daquilo”, disse a professora Elianinha.
Quem também fez questão de parabenizar os professores, coordenação e aos estudantes envolvidos no projeto, foi a diretora da escola, diretora Maria Regina Modesto André Camacho.
(Com informações de Evandro Miranda)